Pesquisa de Toxoplasma gondii em leite e queijo caseiro

A toxoplasmose é uma doença causada pelo protozoário toxoplasma gondii, que é um parasita intracelular obrigatório do grupo dos aplicomplexa. Esta doença pode ocorrer em humanos, animais domésticos e selvagens. A toxoplasmose pode ser adquirida por ingestão de carne mal cozida ou crua, contendo cistos teciduais, ou com outros alimentos como água contaminada com oocistos  de fezes de gatos infectados.

O leite também tem sido considerado uma fonte de infecção para esta doença, quando não-pasteurizado ou pasteurizado, porém, de forma incorreta.

O leite pasteurizado integral encontrado em mercados, foi infectado com cepas ME49 de T.gondii, no Centro de Bioterismo da Faculdade de Medicina – USP sendo administrado oralmente em camundongos. Foi preparado também queijo caseiro e oferecido ao outro grupo de cobaias.

Estes animais foram observados por quarenta dias após a ingestão. Amostras de sangue dos camundongos foram coletadas das caldas sendo realizados exames de ELISA e western blot.

Este estudo mostrou que os cistos mantidos no leite, provocaram uma doença mais grave, em até dez dias de armazenamento, e tiveram uma sobrevida maior no leite, talvez por conter nutrientes necessários. Nos ratos infectados com queijo caseiro, apenas um rato morreu, tendo este, ingerido queijo caseiro logo após ter sido feito. Depois de 40 dias, todos os ratos foram sacrificados, sendo realizados testes sorológicos e pesquisa de cistos no cérebro.

Cisto de T.gondii foi encontrado em todos os ratos que receberam queijo caseiro fresco ou armazenado por 5 a 10 dias a 4ºC. Os animais que receberam o queijo após este período não apresentaram a doença.

Estes resultados mostraram que o queijo após 10 dias de refrigeração reduziu a viabilidade dos cistos de T.gondii, sendo também a doença nos ratos que ingeriram o queijo, menos intensa. Já no leite contaminado, os cistos ficaram viáveis por até 20 dias.

Pode-se concluir que leite não pasteurizado e seus derivados podem ser uma fonte de contaminação deste agente, principalmente em áreas rurais. Se este leite for exposto a temperaturas superiores a 70ºC por aproximadamente 10 minutos, como é feito na pasteurização, estes cistos são destruídos.

Vale lembrar que a toxoplasmose pode ser transmitida da mãe para o feto, pois estes parasitas podem atravessar a placenta e causam malformações como hidrocefalia, cegueira e ate mesmo aborto. Por isso é muito importante que mulheres grávidas façam pré natal, pois consta exame para este fim. O diagnóstico é feito por sorologia que detecta anticorpos específicos, sendo o IgM existente em fase aguda e IgG  na fase crônica.

Referência:

  • Infectivity of cysts of the ME-49 Toxoplasma gondii strain in bovine milk and homemade cheese (clique aqui)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: